---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Encontro do grupo de Hipertensos e Diabéticos de Belmonte reúne 137 pessoas

Publicado em 25/10/2018 às 22:59 - Atualizado em 25/10/2018 às 23:18

O encontro de encerramento das atividades do grupo de Hipertensos e Diabéticos de Belmonte contou com a presença de 137 pacientes atendidos neste ano. O evento organizado pela secretaria municipal de Saúde, através da Estratégia Saúde da Família (ESF), ocorreu na quarta-feira (24), no Centro Social. Para este encontro, a equipe da saúde convidou os fisioterapeutas, Bruna Agostini e Lucas Werlang, que trataram da saúde dos pés e doenças da coluna.

Antes da palestra, a médica, Eliane Albarello, relembrou o último temário relatado nos encontros individuais por grupo segundo o cronograma ESF. Conforme a médica, neste ano diversos temas foram abordados, entre eles: dores em geral e as dores da alma, incluindo preocupações, depressão, ansiedade e solidão. Eliane destaca que o grupo terá continuidade no próximo ano, sendo que todos os pacientes em uso contínuo de medicação de hipertensão e diabetes deverem retornar aos encontros.

Contribuindo com o evento, a fisioterapeuta, Bruna Agostini, tratou das dores nos pés e suas causas, enfatizando a importância de usar calçado correto e apresentando palmilhas para diferentes patologias, como pé cavo e plano, joanete e calos, inclusive fazendo um teste de pisada com a colaboração de um participante. Já o fisioterapeuta, Lucas Werlang, falou sobre dores em geral, destacando a dor na coluna cervical e lombar, exemplificando a postura adequada para sentar no carro, no trabalho ou em casa, mostrando como confeccionar um rolo para apoiar e manter a coluna lombar no eixo correto. Lucas ainda abordou a osteopatia e os benefícios que ela traz aos quadros álgicos. Os fisioterapeutas também enfatizaram a necessidade da prevenção diária com a alimentação e ingesta de líquidos para hidratar o disco vertebral.

A enfermeira da ESF, Solange Tareli, afirma que o encontro realizado oportunizou um momento de interação entre os pacientes do município que participaram das atividades promovidas ao longo deste ano com o grupo de Hipertensos e Diabéticos. Solange salienta que durante o ano os profissionais da ESF foram ao encontro dos pacientes nas comunidades e no centro, em dois momentos individuais em cada micro área de saúde. Segundo a enfermeira, o trabalho preventivo é uma importante ferramenta para melhorar a qualidade de vida dos pacientes portadores de hipertensão e diabetes. Tareli ressalta que atualmente o município de Belmonte possui cerca de 500 pacientes com uma ou ambas as doenças.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar